Profissionais e empresas devem gerir presença nas redes sociais

 In Redes sociais

Estar presente numa rede social profissional é uma forma importante de explorar a rede de contactos online e de poder interagir com profissionais com interesses similares. Do ponto de vista das empresas, o perfil de empresa nas principais plataformas permite estar presente em mais um campo de networking social, o que vai contribuir para estabelecer mais um ponto de contacto no relacionamento com o cliente.

Este é um ponto importante a apostar num Plano de Marketing, que reflita a estratégia de marketing da empresa e não uma tendência seguidista, sem objetivos e metas traçados. As redes sociais permitem dar voz ao consumidor e por vezes podem surgir situações em que uma opinião negativa que não tenha sido gerida da forma mais adequada pode ocasionar uma onda de protestos, prejudicando a imagem da empresa.

Actualmente, destacamos as seguintes:

Facebook

O Facebook tem vindo a ser utilizado a nível profissional com a criação de páginas de empresa, com recursos como a actualização do estado, a publicação de fotos, comunicar sobre um evento, como o lançamento de um produto ou serviço, criando uma página ou um grupo no Facebook. Também é possível fazer publicidade com um custo acessível, controlada e segmentada. No início de 2011 começou a falar-se do Branch Out, integrada no Facebook e que, curiosamente, importa o perfil do LinkedIn, o seu principal concorrente. Contudo, aparentemente em Portugal o Branch Out não está a ser adoptado por um número significativo de profissionais. Os grupos profissionais no Facebook são uma forma interessante de estar actualizado, com a troca de informações e opiniões entre pessoas de um contexto específico.

LinkedIn

Esta rede social profissional tem bastantes adeptos em Portugal. Permite a criação do perfil profissional e de páginas de empresas. A nível adesão a grupos e a secção de perguntas e respostas são algumas das opções interessantes a explorar.  Existe também a possibilidade de recomendar profissionais com quem se tenha trabalhado, colocar e pesquisar anúncios de emprego ou colocar questões a especialistas, entre outras.

Twitter

A plataforma de micro-blogging, com o objectivo de permitir a difusão de mensagens curtas (até 140 caracteres) a todos os contactos do utilizador, com novidades da pessoa ou da empresa em questão. Esta ferramenta tem vindo a ganhar interesse por parte das empresas, como forma de transmitir as suas novidades de uma forma imediata e atrair tráfego para o website ou páginas de entrada escolhidas.

Google +

O Google tem vindo a fazer várias tentativas nas redes sociais, como por exemplo a tentiva de se aproximar do conceito do twitter ao lançar o Buzz Google, uma ferramenta associada ao Gmail que cria mais um espaço de Social Networking. O Google Wave, relativamente pouco utilizado, integra ainda todas as ferramentas de comunicação em tempo real, podendo ser uma opção interessante de groupware para estudantes e profissionais. O Google + é a aposta mais atual, que permite criar círculos de contactos e hangouts,  de acordo com as preferências do utilizador, assim como partilhar as novidades e criar páginas para empresas.

Plaxo
Uma aplicação de gestão de contactos pessoais e profissionais. Um serviço gratuito que mantém actualizada a agenda de contactos online. Permite sincronizar com o Outlook e importar contactos das contas de email dos utilizadores.

Xing
Nasceu como OpenBC Open Business Club até 17 de November de 2006 mas mudou para Xing, para atender aos mercados asiáticos. Actualmente anuncia mais de 8 milhões de membros, mas em Portugal não parece ter grande relevância (não se encontra na lista dos 100 sites mais visitados em Portugal, do Alexa).

Ecademy
Rede de networking empresarial. Com cerca de 3000 contactos relacionados com Portugal, com fichas pouco desenvolvidas. As funcionalidades da versão não paga são relativamente reduzidas.Estar presente numa rede social profissional deste tipo é uma forma importante de explorar a sua rede de contactos no mundo académico e  interagir com profissionais com interesses similares.

Sobre a forma como se deve gerir a informação constante nos perfis, podemos distinguir a informação ao nível individual, de um profissional de uma determinada área, da presença de uma empresa, esteja ela vocacionada para o mecado B2C (Business-to-Consumer) ou B2B (Business-to-Business).

 

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

0