Todos os negócios precisam de Marketing mas no início de um negócio nem sempre é fácil pensar no Marketing como uma prioridade. A Hubspot preparou uma apresentação para difundir o seu novo programa para startups dos EUA e Canadá (jumpstart), em que explica o conceito de Inbound Marketing aplicado aos novos negócios.

O empreendedor pode achar que o seu produto é tão bom que as pessoas vão adorar ou que a sua empresa ainda não está preparada para pensar no Marketing. Não é bem assim.

A publicidade é uma forma de conseguir a atenção dos consumidores mas é temporária e provavelmente terminará assim que deixar de investir. Além disso, os consumidores detestam ser bombardeados por anúncios em todas as frentes, pelo Marketing de Interrupção.

Investir no Inbound Marketing

O Inbound Marketing foca a sua atenção em atrair os consumidores, em vez de os aborrecer. Ao produzir conteúdos que os utilizadores adoram e procuram, alia-se aos motores de busca para ser encontrado, sem recorrer a truques de SEO blackhat, apenas conteúdo de qualidade…

O ideal é começar por escolher as palavras-chave certas para o seu negócio, que tenham um volume de pesquisas suficientemente interessante mas que não sejam tão competitivas que seja muito difícil conseguir em pouco tempo figurar nos resultados cimeiros da primeira página.

Agora atenção às promessas que lhe fazem. Por exemplo, o Google tem centenas de fatores que influenciam o posicionamento no ranking e os algoritmos estão sempre a ser alterados logo é arriscado prometer resultados na primeira página a qualquer empresa, como se vê muitas vezes a anunciar.

Nas últimas atualizações, o Google – que em Portugal domina completamente o universo das pesquisas – tem vindo sucessivamente a privilegiar o conteúdo de qualidade. Essa deverá ser a aposta para quem está a começar ou para quem pretende investir numa estratégia sustentada com resultados a médio-longo prazo.