A sua empresa quer estar visível no mundo digital. Tem um website profissional e páginas próprias nas redes sociais mais relevantes. Falta então o mais importante: manter a presença online atualizada através de conteúdo de qualidade. Mas isso é fácil. Basta tirar uns minutos de vez em quando para escrever umas frases, publicar imagens e partilhar conteúdo relevante de outras páginas. Certo? Nem por isso.

Gerir o conteúdo online em adição às suas restantes atividades é um erro a evitar. Há muita coisa que pode correr mal se a gestão do conteúdo não for levada a sério. No melhor dos casos os esforços podem não produzir resultados, no pior dos casos podem prejudicar a imagem da sua empresa.

Caraterísticas de uma gestão da presença online sem estratégia

As publicações são irregulares e imprevisíveis, porque são feitas apenas quando há tempo ou segundo a inspiração do momento.

Para os clientes, esse comportamento pode ter um efeito de “8 ou 80”, em que por vezes a página tem muita atividade e visibilidade, outras vezes desaparece do mapa.

Além disso, o conteúdo das publicações é demasiado espontâneo, sendo decidido na hora ou em reação a publicações de outras páginas.

Outra caraterística comum é a impulsividade. Por exemplo, partilhar um novo conteúdo assim que outro partilhado no mesmo dia começa a ter muita aceitação, procurando “aproveitar a maré”. Na verdade não há garantias de que esse fenómeno aconteça e poderá ter-se desperdiçado conteúdo que poderia ter tido muito melhores resultados se publicado num outro momento.

Aliás, nem sempre as empresas compreendem bem a diferença entre vários tipos de conteúdo e a sua adequação temporal. Há conteúdos que dizem respeito a determinados dias da semana, partes do dia, datas específicas ou estações do ano e que devem, portanto, ser guardados para o momento adequado. Outros conteúdos têm um caráter mais neutro e geral, menos marcado temporalmente, que permite a sua publicação em qualquer momento. É fácil perceber que uma determinada publicação sobre o Natal deve ser feita no início de dezembro ou que outra a desejar “Bom fim de semana!” é ideal para uma sexta-feira mas nem sempre é fácil perceber quando usar um conteúdo mais geral, havendo uma forte tentação de os publicar aleatoriamente ou até em substituição de conteúdo mais adequado que não foi produzido a tempo.

Uma gestão profissional do conteúdo evita essas más tendências e traz muitas mais vantagens.

Tudo começa com uma Estratégia de Conteúdos

Se não sabes para onde queres ir, não importa o caminho. O objetivo de ter uma estratégia é pensar: não temos recursos ilimitados, quais são as melhores apostas de acordo com os objetivos de negócio da minha empresa. A partir daí, a equipa de Marketing desenvolve o seu trabalho. O estratega ou gestor de conteúdos cria e mantém um calendário editorial, a ferramenta fundamental para o sucesso de toda a estratégia de conteúdos. Permite fazer um planeamento semanal, mensal ou até anual dos conteúdos, preparando a distribuição das publicações de forma global e abrangente. É a melhor forma de assegurar não só a regularidade das publicações como a diversidade de temas e formatos.

Para que os conteúdos produzam bons resultados é essencial proceder à sua otimização em todos os sentidos:

  • palavras-chave (SEO) – garantir a presença das palavras que levam os clientes até si
  • hashtags – nem a mais, nem a menos, apenas as mais relevantes
  • formato editorial – um artigo, um texto de promoção curto ou apenas uma frase
  • formato físico – tratando-se  de imagens há tamanhos e proporções ideais
  • audiência certa – direcionamento ao grupo de utilizadores que corresponde à Persona pretendida
  • momento certo – publicação no melhor momento do dia/semana/mês/estação
  • jornada de compra – em que fase na jornada de compra se encontra a pessoa: está a tomar consciência de uma necessidade ou já está na decisão de compra?

Muito importante é, sem dúvida, a análise dos resultados, das interações com as publicações e do tráfego gerado. Permite ao gestor de conteúdos identificar o que funcionou melhor, reconhecer tendências e recolher dados para a futura otimização dos conteúdos.

Conclusão

A gestão do conteúdo é um processo contínuo que, por isso mesmo, deverá ser muito bem estruturado e agilizado ao máximo. Pode contar com a consultoria de Marketing de Conteúdo da Inboundware para encontrar a melhor solução para a sua empresa.

Gostou do artigo?