O papel do Email Marketing no relacionamento com os clientes

 In Email Marketing

Ao contrário dos rumores, o Email Marketing está de boa saúde e recomenda-se. Sim, as redes sociais são o grande tema atualmente mas a utilização adequada do email como ferramenta de Marketing pode ser muito mais eficiente na manutenção do relacionamento com os seus clientes.

No princípio era o email.

O email é a base do mundo digital. É necessário para o registo em qualquer rede social, plataforma ou serviço online. O email é não só o início de tudo com também é a parte mais séria e oficial da internet. Tornou-se no meio privilegiado de comunicação de autoridades governamentais, instituições de ensino e outras semelhantes. É usado para a confirmação de registos, para comunicações formais e, claro, para o trabalho. Além de tudo isto, o email é uma parte fundamental de uma estratégia de Inbound Marketing, a nutrição de leads.

A atual má reputação do email advém do facto de ter sido usado durante décadas para campanhas de marketing abusivas. Quase que numa transposição da venda porta-a-porta para o mundo digital, os vendedores foram forçando a entrada pelos computadores adentro e eventualmente os utilizadores foram aprendendo a fechar a porta. Os emails indesejados tornaram-se num fenómeno tão comum que o filtro de spam faz parte de qualquer serviço de email. Então porquê apostar no email?

O Email Marketing é uma ótima forma de alcançar os seus clientes onde quer que estejam.

Com a omnipresença dos smartphones e a generalização dos planos de internet móvel, os seus clientes passaram a poder consultar a caixa de email a qualquer momento. Ao contrário de um post numa rede social, que tem de competir com todos os outros posts presentes no feed de notícias, a leitura de um email capta a total atenção do leitor nem que seja apenas durante alguns momentos. Trata-se, portanto, de uma melhor oportunidade de comunicação, mais próxima e pessoal.

Outra grande vantagem do Email Marketing é o baixo custo. O cliente já faz parte da sua base de dados porque cedeu o seu email através de um formulário do site ou uma outra forma de captação de Leads. Agora o mais importante é manter o cliente interessado e em interação consigo.

O que torna um email interessante para o cliente?

Personalização

O email é um meio de comunicação muito pessoal portanto deverá, tanto quanto possível, dar a sensação de ter sido escrito diretamente para aquele cliente. Um estilo neutro e generalista não é cativante e não se destaca. Dirija-se ao cliente pelo nome e assine também de forma personalizada em vez de usar apenas o nome da empresa.

Identidade reconhecível

A aparência das suas campanhas deve responder à imagem da sua marca. Utilizar o logo e a respetiva paleta de cores propicia o reconhecimento imediato da marca e cria uma familiaridade visual. Pode usar outras cores para campanhas especiais (por exemplo, no Natal introduzir o vermelho e o verde) mas não deixe que ofusquem demasiado o esquema de cores normal.

Relevância

É muito provável que um email sobre produtos ou serviços que não interessem ao cliente seja apenas lido de relance e imediatamente apagado. Para evitar isso e tornar os emails relevantes para o cliente é essencial proceder à segmentação do conteúdo. Praticamente todos os serviços de newsletter oferecem recursos como grupos ou segmentação para ajudá-lo a enviar conteúdo relevante para indivíduos que possam ter interesse no seu produto ou serviço. Se envia conteúdos diferentes para grupos distintos (por exemplo, organizações sem fins lucrativos e empresas privadas) pode e deve incluir no formulário as opções de segmentação escolhidas por si. Pode ainda segmentar campanhas por código postal ou profissão, por exemplo.

Legibilidade

A competição pelo tempo dos seus clientes é grande, pelo que deverá assegurar que a sua mensagem passa de forma rápida e eficiente. Escreva parágrafos curtos e apelativos, complementados por imagens. Utilizar a tag “leia mais” com um link permite reduzir a quantidade de texto e serve para direcionar o cliente para o site, onde poderá aceder a informação mais abrangente.

Responsividade

Diretamente relacionada como tópico anterior, a capacidade de adaptação do conteúdo ao meio de visualização garante um impacto visual mais interessante e a facilidade de leitura. Os seus emails deverão estar otimizados para visualização em dispositivos móveis. Por exemplo através da adaptação do tamanho de letra e da disposição dos vários elementos textuais e gráficos de forma a evitar truncagem. Se o cliente tiver de deslocar o texto lateralmente para conseguir ler tudo, o mais provável é que desista da leitura.

Regularidade

O envio regular é um compromisso. Se durante um longo período de tempo deixar de enviar qualquer tipo de comunicação, os assinantes vão provavelmente esquecer-se de si e perder interesse. Mantenha um calendário de publicações e defina a periodicidade do envio, os dias e horas mais favoráveis, os conteúdos e o design. Assim permanecerá na mente dos clientes.

Frequência

Claro que não convém exagerar. Mesmo que os seus emails sejam extremamente bem concebidos, uma frequência de envio demasiado elevada fará com que os clientes se sintam importunados e queiram cancelar a subscrição dos seus emails, pedindo para ser retirado da base de dados. Envie emails apenas quando tem realmente algo de novo ou relevante a comunicar.

Interatividade

O email deve funcionar como ponto de partida para a interação com o cliente. Inclua mecanismos de partilha de conteúdos nas suas newsletters, para que o cliente possa partilhar nas redes sociais onde a sua marca está presente. Pode ainda incluir um link público da versão web para que os consumidores possam ver os seus conteúdos sem a necessidade de programas de email. Além disso, é sempre preferível que o cliente possa responder diretamente ao email enviado. Evite, portanto, usar endereços não monitorizados (“noreply”).

Conclusão

Longe de estar fora de moda, o email será sempre o seu aliado para manter uma relação de proximidade com o cliente. Basta que siga estas regras base e que tenha o cuidado de analisar as suas estatísticas frequentemente para fazer as alterações necessárias.

Boas campanhas!

Recommended Posts
Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

0