A sua empresa precisa de uma newsletter?

 In Email Marketing

Apesar de não ser uma invenção do tempo da Internet, o formato online fez com que se massificasse o uso das newsletters nas empresas, mediante o registo dos utilizadores. As periodicidades podem ser variadas, de acordo com os objectivos da empresa e também em função dos conteúdos disponíveis.

As empresas utilizam as newsletters para transmitir as suas novidades e informações, no sentido de alimentar um relacionamento com o cliente de uma forma mais activa, logo poderá ser considerada uma ferramenta de fidelização do cliente. A confiança no emissor é bastante importante para que o utilizador decida abrir a newsletter, assim como o facto de a ter subscrito (opt-in) e de poder anular a subscrição de forma relativamente fácil, caso o pretenda. Nos estudos efectuados por Jacob Nielsen , as newsletters perdem 19% dos subscritores potenciais por dificuldades no processo de subscrição.

A newsletter serve também de ponte para os conteúdos do site, gerando tráfego de uma forma regular. A popularidade das newsletters digitais também se deve à sua simplicidade de execução e à boa relação custo/benefício, quando comparada com outros suportes.

Ao contrário do site, em que os utilizadores estão mais orientados para tirar partido das funcionalidades, nas newsletters as reacções são mais emocionais (Nielsen, 2002). O lado positivo neste aspecto emocional é que a newsletter permite criar muito mais laços com o utilizador do que um site. O aspecto negativo é que os problemas de usabilidade também têm um impacto mais forte.

Em média, os utilizadores gastam 51 segundos a ler uma newsletter normal. A composição e a escrita precisam de uma grande usabilidade para fazer face à concorrência de uma caixa de correio electrónico cheia. Os títulos revelam-se extremamente importantes para a taxa de abertura das newsletters.

Na escolha e elaboração dos textos deve-se pensar no público-alvo e no tipo de informação que poderão considerar úteis. Na maior parte das vezes, é criada uma única newsletter na empresa mas a segmentação poderia trazer melhores resultados na taxa de abertura, por ir mais ao encontro dos interesses do cliente.

As newsletters distingue-se das campanhas de Email Marketing porque procuram acrescentar valor, fornecendo informação que seja do interesse de quem as subscreve. O objectivo não é tão marcadamente comercial e tende a ser melhor recebida pelo utilizador.

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

0